Ex-Googlers da Engeeno com Pagerank Estranho

Ruy Miranda

Ex-Googlers, ou seja, ex-funcionários do Google especialistas nas áreas de otimização, marketing, links patrocinados, se juntaram numa org multinacional. No Brasil é representada pela Engeeno, com uma versão em português e outra em inglês Até aí tudo bem: o pessoal se desliga de uma empresa privada e funda suas próprias empresas com uma integração na org Busca de Qualidade. Mas o que chama a atenção é o pagerank. Como eu estou sempre atento às Mazelas do Google, resolvi xeretar o assunto mais de perto.

Como é a organização – Essa organização Search Quality Alliance é composta por seis pessoas de diferentes países, todas ex-funcionários do Google. Em cada país eles fundaram suas próprias empresas. No Brasil ocorreu a associação de um brasileiro, Ariel Lambrecht e um português, Pedro Dias. Os dois fundaram a Engeeno, da qual tentei obter mais informações diretas no blog deles e, não tendo conseguido, vou explicar o que li. Eles se oferecem para prestar serviços intermediários, entre as empresas e as agências e profissionais que otimizam sites. Eles se propõem a analisar o site e verificar se existe algo errado, o que tem de positivo, se há vulnerabilidades que podem gerar penalidades, coisas assim. Enfim, eles estão se propondo a exercer o papel de auditores para as empresas. Não ficou claro para mim se vão otimizar sites, na sua expressão genuína, embora as empresas de outros países, agregados na org, o façam e prestem serviços também no AdWord.

O que aconteceu no Brasil – Ao ler e observar os sites em línguas diferentes, chamou minha atenção o fato de que o site www.engeeno.com.br, embora seja mais “jovem”, tem o melhor pagerank relativo ao tempo. É o mais jovem porque tanto Ariel como Pedro se desvincularam do Google em 2011, enquanto que os demais se desvincularam anos atrás; entre estes encontrei PR 4, 2 e 0. O mais surpreendente é que, oficialmente, o site .com.br começou a rodar em outubro, e já agora, em Janeiro de 2012, tem um pagerank 4. Um tanto encabulado, resolvi pesquisar mais.

O que encontrei – Encontrei coisas que deram margem ao título deste post. Vou detalhar.
1. Ariel registrou o domínio engeeno.com.br em 2011 depois de sair do Google.
2. Pedro Dias registrou o domínio engeeno.com em 03 de março de 2011 quando ainda era funcionário do Google, do qual se desligou 6 meses depois, em setembro de 2011. Não encontrei registro que me permitisse saber se o site começou a funcionar logo após o registro do domínio ou só em outubro/2011. Para ficar mais claro, reproduzo abaixo imagem do registro do domínio engeeo.com.br, e engeeno.com (este tem PR 3).

Informações sobre engeeno-com-domain-creation
engeeno-com-domain-creation.gif

A seguir vem a declaração de Pedro Dias que indica sua saída em setembro de 2011.


Pedro Dias comunica saída do Google

O “Olá Mundo” que sugere o início das atividades de engeeno.com.br ocorreu em 1 de outubro/2011:

Pedro Dias diz Olá Mundo

3. A Engeeno conseguiu a proeza de obter PR 4 ao que parece em 3 meses, enquanto seus pares na Aliança que se desligaram antes, não chegaram lá ou pararam no PR 4. Veja abaixo, no canto superior direito da imagem e no detalhe, o PR:

Engeeno.com.br obtém PR4

Detalhe do PR4

4. O mais surpreendente é que na busca por links externos que apontam para engeeeno.com.br aparece apenas o endereço da home de engeeno.com, a qual tem PR3 (em 9-1-2012). Veja abaixo.

Engeeno.com.br obtém PR4

Qual a mágica do PR4? O leitor sabe? Eu já tinha lido a respeito do codinome Megasitelink para o público interno do Google, resolvi checar de novo porque minha memória podia estar falhando, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra. Pensei num Megalinkoculto, mas este codinome sequer existe. O site engeeno.com tem dois links peso-pesados, um do próprio Pedro Dias, cujo PR não se encontra disponível neste momento, e o segundo de um funcionário do Google e cujo PR é 3. E a home de engeeno.com só tem PR3. Como pode um PR3 alimentar uma página de PR4? Seria um Pagerank atribuído aos proprietários pelo alto saber na área? Mas esta hipótese também parece inverossímil porque em tal caso haveria promoção no posicionamento e não no pagerank.

Com esse admirável resultado, eu passo de eventual auditado para candidato a cliente. Não é mesmo de impressionar que seis meses depois de registrar um dos domínios Pedro Dias deixe o Google, e o seu site .com.br, no terceiro mês seguinte, apareça com PR4 tendo como link externo apenas a home do site .com? Tá bom… Vamos admitir que os links existem, apenas ainda não foram listados pelo Google. Bem… isso não é o que vemos no dia a dia, mas vá lá.. Eu não consegui entender como esse processo se deu. Se o site só rodou em 1 de outubro, só pode ter recebido links válidos a partir dessa data, e o link que recebeu tem PR3. Não foi possível encontrar truque algum. Trata-se de um processo insólito, pelo menos para nós que vivemos aqui abaixo da linha do equador, e ficamos pensando com inveja: hum-hum…hum-hum…

Esta entrada foi publicada em otimizacao. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

10 respostas a Ex-Googlers da Engeeno com Pagerank Estranho

  1. Ruy

    O site do Pedro Dias tem PR 0 [zero]. Nada, a priori, justifica esse PR atingido pelo novo site. Acho que eles têm muito a explicar, até para não arranhar a imagem do próprio Google, que sempre falou mal sobre manipulação e é o que está parecendo.

    Enquanto nós passamos horas e mais horas para conseguir alguns links apontando para nossos sites para fazer nosso PR aumentar, essas “gracinhas” conseguem isso sem nenhum esforço.

  2. Fui pesquisar no Alexa pra ver se tinha algum link. A resposta do Alexa foi a seguinte:

    Reputation No data

    http://www.alexa.com/siteinfo/engeeeno.com.br#

    Como diria Zagalo: … é estranho, é estranho…

  3. Ruy Miranda disse:

    Hudson,

    Ao que parece você é um escudeiro. Fez que o que lhe foi recomendado para “proteger” seu comandante. Mas não precisava usar o nome do ex-presidente da república. Você foi duplamente infeliz. Primeiro porque se referiu a “um dedo do lula ai” – você é jovem e deve começar a respeitar eventuais problemas dos outros, em particular de um ex-presidente da república, e mais ainda agora em que ele se encontra lutando contra uma grave enfermidade. Segundo porque ao fazer a pilhéria, quis se referir à falta (ausência) de conteúdo na matéria. Seu superior lhe passou a cola ipsis litteris? Ao invés de fazer graça deveria usar argumentos. Uma lista de links não é argumento suficiente. Da próxima vez argumente, apresente dados e discuta-os.

    Mas esse caso está ficando cada vez mais estranho, senão vejamos:

    1. A matéria, publicada no dia 12, só tinha um link listado, o da versão em inglês do próprio site. Esse link desapareceu da lista. Por que? Qual o controle automático que fez a exclusão?

    2. Ontem, dias depois do meu post sair, apareceram cerca de vinte links na lista pública. Como foi que isso ocorreu tão rápido? Qual foi o controle automático mobilizado?

    Todos nós que observamos o pagerank sabemos que links externos não são exibidos rapidamente na lista aberta ao público, mesmo quando veem de sites de boa reputação. Se observarmos as informações do Alexa (em http://www.alexa.com/siteinfo/engeeno.com.br), encontramos: 27 sites linking in.

    Pois bem, já estão quase todos listados. Em dois dias…

    3. O leitor que é pobre mortal e que batalha para conseguir links, deve fazer uma observação de como está o seu site neste particular. Basta colocar o endereço: http://www.alexa.com/siteinfo/seudominio.com.br (substituir “seudominio” pelo dominio que registrou). Certamente vai encontra ali um número muito maior de links do que os listados pelo Google. Pode também fazer essa verificação na área de Ferramentas para Webmasters, clicando em links para o seu site.

    Agora eu pergunto a você, pobre mortal, dá pra dar uma mexidinha e enviar esses links para a lista pública e melhorar o seu pagerank tal como aconteceu com o dito cujo site? Se conseguir, publique aqui para que outros possam usufruir da descoberta.

    Essas questões são muito preocupantes. Imagina se essa empresa começa a abastecer os clientes com esses links “fáceis”. Estou tentando encontrar um meio de conseguir uma consulta ao Google sobre o tema – ela não pode passar por eventuais substitutos dos dois ex-, tem de ir ao um nível superior. Se o leitor tem alguma sugestão a dar, agradecerei muito. Os direitos devem ser iguais para todos.

    4. A engeeno.com continua magrinha, só com dois links, coitada. Parece que o Ariel é o responsável por essa versão, não tenho certeza.

    5. Apenas para ilustrar, os sites da Aliance têm pageranks diferentes, como eu já escrevi acima. O de Alfonso Verdugo, otpinova.com, fundado em fevereiro de 2011, na Espanha, tem PR 2. Ele trabalhou como Senior da Search Qualite, do Google, na Irlanda. Porque será que está raquítico também? http://www.webhelps.de/, de Jonas Weber, tem Pagerank4, desligou-se do Google em 2009. http://www.improove.at/ de Michael Schwarz, desligou-se do Google em 2009 e tem pagerank 0. http://french-seo.woptimo.com/ de Sebastien Monnier, que saiu também em 2009, tem pagerank 0. Sem dúvida alguma os donos da Engeeno estão levando nítida vantagem sobre seus parceiros.

    Para finalizar, um aperitivo. Pedro Dias quando começou a publicar por aqui foi enfático, tonitroante se me fosse possível ouvir sua voz, ao dizer que o que ele escrevia era de responsabilidade dele e que nada tinha a ver com o Google, que as coisas não se misturavam, pelo que entendi. Isso é impossível. Seria o mesmo que o leitor dissesse, ao fundar um outro site sobre o mesmo tema do atual, abandonado, que o que escreveria no novo site seria totalmente independente do que aprendeu no outro. A experiência é invisível e nos acompanha em todos os atos. O que o Pedro Dias aprendeu no Google vai aplicar na vida, claro, lógico. Mas esperamos que ele tenha o mesmo tratamento que é dispensado aos demais.

  4. Cleiton Pinheiro disse:

    Salve Ruy,

    Achei interessante o seu artigo, mas veja se concorda comigo:

    Todos nós sabemos das tentativas que o Google vem fazendo para que o Pagerank não seja mais considerado como fator de ranking, apesar deste nome, correto? É difícil entender, mas o que pude ver ele está hoje apenas como um indicie que sofre influencias de diversos fatores, alguns desses fatores sim influenciam no posicionamento. Já que não temos como saber o peso de cada um desses fatores sob o Pagerank não podemos dizer nunca com certeza que o oscilar do PR pode melhora ou piorar o posicionamento de um site.

    Sabemos também que a premissa do Google é sempre priorizar a experiência do usuário, e acredito que a intenção do Google seja levar ao usuário o melhor resultado do que ele busca. Nesse cenário, imagine que os algoritmos do Google, com sua limitada inteligência artificial, considerem o que você mesmo disse:

    ” A experiência é invisível e nos acompanha em todos os atos. O que o Pedro Dias aprendeu no Google vai aplicar na vida, claro, lógico. ”

    Você acharia errado um algoritmo considerar irrelevantes dois profissionais que trabalharam anos no Google na equipe de Webspam, e que criem um site com a intenção de vender consultoria de SEO em um pais que tem o Google com 95% do mercado de busca?

    OK, ok. Os algoritmos não possuem tal inteligência ainda, concordo, mas errado não é. Na minha opinião os algoritmos do Pagerank poderiam dar PR 8 logo de cara para a Home vazia da Engeeno. Sinceramente acredito que a Engeeno seja a empresa mais qualificada do pais para dar consultoria de SEO.

    Eu não me preocuparia muito com o Pagerank embora eu confesse que o veja sempre, como exemplo te dou um blog que criei há um ano, nos 4 primeiros meses ele chegou a PR3 na Home e em alguns artigos, e na época não tinha muitos links e se não me engano eu devia ter 2 link do-follow vindos de outros blogs PR zero e olhe lá. Não entendi o PR3, mas segui com as otimizações, hoje a Home dele está com PR2 e todos os artigos com PR zero. Hoje já concordo mais com o PR do meu site.

    No Nicho deste meu blog eu não sou o melhor site, tenho consciência que pelo menos 2 de meus concorrentes produzem melhor conteúdo do que eu, mas mesmo assim estou na frente deles em algumas buscas . Neste momento eu poderia achar que o Google está falhando, um de meus concorrentes deveria estar na frente. Correto?

    Mas o site dele é cheio de tabelas, texto com cores parecida com o fundo, fazem keyword stuffiing e tem centenas de links no rodapé de outros sites. Links que diga-se de passagem parecem que foram colocados lá por eles mesmos e não pelos donos dos sites.

    Já meu site mesmo com conteúdo mais humilde, usa css, cores claras e fontes agradáveis e possui links de pessoas que realmente gostaram do meu blog. Agora já não acho que o Google esteja falhando.. Talvez eu tenha que aparecer em primeiro mesmo.

    O que você pensa sobre isso? Grande abraço!

  5. Relaxa Cara só respira vlw.
    Acho que você anda tomando muito café Ruy, e me desculpe se você não gosta de um pouco deHumor Negro, nem um pouco de sátira, não queria lhe ofender de algum modo, também não postei nada por intermédio de outra pessoa, não sou escudeiro nem tenho comandante, sou apenas um nomade viajante.
    Eu só estava a contribuir um pouco com a teoria da conspiração postada.
    Admiro muito o trabalho do pessoal citado acima acompanho o trabalho deles a um bom tempo, também a você pelo ótimo post, boa sorte em tudo.

  6. Ruy Miranda disse:

    Olá Cleiton e Hudson,

    Inicialmente minhas desculpas pela demora. No dia 16 fui hospitalizado e me submeti a uma cirurgia – somente agora estou tendo condições de ficar mais tempo no computador.

    Cleiton escreveu:
    >Todos nós sabemos das tentativas que o Google vem fazendo para que o Pagerank não seja mais considerado como fator de ranking, apesar deste nome, correto?

    Não está correto. O Google em 2012 russuscitou o Pagerank com o progama Panda. Além da maior confiabilidade em identificar duplicações, o Panda permite, pelo menos na concepção deles, identificar os links pela autoridade dos sites de onde partem.

    Ao longo dos anos o pagerank sofreu inúmeros mudanças no seu peso dentro do algoritmo do Google. Em 2008 essa importância caiu muito. Surgiu então o primeiro artigo, pelo menos que seja do meu conhecimento, com o título “The pagerank is dead.” Indagado sobre o assunto em vídeo no YouTube, Matt Cutts disse que o pagerank diminuiu de importância, mas não a ponto de ser desconsiderado no algoritmo. De lá para cá virou moda os americanos escreverem “The pagerank is dead.” Faça uma busca para ver.

    Eu poderia dar muitas evidências sobre a importância atual do pagerank, mas limito-me a sugerir a você ir nas ferramentas de webmasters, na guia de links para o seu site e explorar o assunto ali. Não sei como voc~e está com esses links, mas posso informá-lo que um site pode aponta 5.000 links para o seu site e o Google provavelmente vai considerar apenas um. Antes, anos atrás, ele listava todos e aí o site ia rápido para pagerank 5, 6. Por favor, faça buscas internas neste meu site que tenho muitas matérias sobre o assunto. E para ficar mais claro, procure ler pela ordem cronológica.

    > Já que não temos como saber o peso de cada um desses fatores sob o Pagerank não podemos dizer nunca com certeza que o oscilar do PR pode melhora ou piorar o posicionamento de um site.

    Isso é parcialmente verdadeiro. Nós desconhecemos os cálculos matemáticos para definir o rank de uma página, mas sabemos muitas coisas sobre o assunto. Quando um funcionário do Google diz que foram realizados cerca de 500 ajustes no algoritmo em 2011, não significa que existem 500 variáveis no algoritmo – um variável qualeur, como p pagerank pode ter sofrido, digamos, cinquenta ajsutes.

    A expressão “oscilar do PR” é estranha para mim. Se um pagerank estiver oscilando, digamos subindo de 1 para 3 e voltando para 1, tem alguma coisa errada – em última instância pode ser um bug do Google, que é mais comum do que se pensa. Faça uma busca interna sobre bug do google aqui no site e poderá ver este assunto mais discutido.

    > Você acharia errado um algoritmo considerar irrelevantes dois profissionais que trabalharam anos no Google na equipe de Webspam, e que criem um site com a intenção de vender consultoria de SEO em um pais que tem o Google com 95% do mercado de busca?

    Eu não achei errado e nem poderia. O que acho errado é usar informações privilegiadas, seja porque as conhecem seja porque um colega deu uma mãozinha. Não estou afirmando que isso aconteceu neste caso, mas para quem dez anos de experiância como eu, ver pela primeira vez o que descrevi, em particular links aparecerem listados dois dias depois que chamei a atenção para o assunto, é no mínimo estranhável. EU NUNCA VI NADA IGUAL, NEM EM SITES DE OUTROS FUNCIONÁRIOS DO GOOGLE.

    A expressão “acharia errado um algoritmo considerar irrelevantes dois profissionais” também é imprópria. Por favor dê uma olhada em algoritimo para comreender melhor o que estou falando.

    Ademais eu não estou achando errado no sentido ético da expressão – quando encontro algo errado no Google eu falo mesmo. Há seis anos publico a página Mazelas do Google, não para falar mal ou criticar, mas para dar uma contribuição para termos uma internet melhor. Quando falo num assunto exibo provas ou argumentação robusta. E sou muito ético – ao longo dos anos retirei muitas críticas porque houve mudança por parte do Google. Mas infelizmente o número de críticas, mesmo com as baixas, tem aumentado de ano para ano – hoje são vinte.

    Quanto ao seu blog, é difícil emitir uma opinião sem vê-lo e sem ver os seus concorrentes.

    Mas continue lendo, discutindo, observano seu blog, os blogs de seus concorrente. Aqui você será sempre bem-vingdo.

    Hudson escreveu;
    > Acho que você anda tomando muito café Ruy, e me desculpe se você não gosta de um pouco de Humor Negro, nem um pouco de sátira…

    Hudson, o que você escreve na Internet fica nela para “sempre”. E a palavra escrita é diferente da comunicação oral. A primeira é fria e dá margens a interpretações de quem lê. A segunda é mais rica e dá margens a comunicação não verbal, expressão corporal e coisas assim, que informam mais do que palavras escritas. Você tem uma redação elegante mas passa deselegância ao criticar.

    Você faz muito bem em acompnahar os dois e outros mais. A gente aprende muito observando os outros. Quando você se cansar da vida nômade e assentar em algum lugar, vai poder aproveitar essas experiências melhor.

    Eu também lhe desejo boa sorte e seus comentários serão sempre bem-vindos. Não há nada de errado em duas pessoas pensarem de forma diferente.

  7. Hudson, meu erro de digitação no link não desabona nem este artigo e nem a pesquisa que foi feita sobre a Engeeno.

    O Ruy foi sutil quando disse que você é um escudeiro, mas eu não tenho papas na língua: você é um puxa-saco e baba-ovo.

  8. Parece que não está funcionando a manipulação. Fiz uma varredura no Google em função dos dois principais serviços que ele oferece.

    Para consultoria SEO ele não aparece em lugar algum. Para Auditoria SEO, embora ele tenha três posições na primeira página, perde para outros sites. Inclusive quem está em primeiro com esse termo é um site meu. rs

    Bom, não duvido que ele vá subir, não é? rsrs

    Forte abraço, Ruy

  9. admin disse:

    Eu tinha me esquecido deste assunto e hoje passei por acaso pelo site da Engeeno. E vi que o PR da home foi reduzido para 3. Olhei algumas páginas internas e o PR delas está coerente com o que acontece a todos. Teria sido um erro do Google? Ou o site passou deliberadamente a receber o mesmo tratamento dos sites de todos nós mortais?

  10. Leo Dias disse:

    Olá Meus Queridos Amigos, Acompanho SEO desde que me conheço por gente, Quero Colaborar com minha visão, repito ” minha visão” Pedro Dias, que coisa tem meu sobre nome rs, quem dera se fosse da minha família, eu nunca seria penalizado e meus sites sempre estariam no topo rs, bom vamos lá. Assim como qualquer empresa, existem os ” Fraudulentos ” Obs: Não estou aqui para julga, é uma visão, e posso estar errado no que falo ” mais vendo tudo isso parece que ” Pedro Dias ” tem sim contatos fortes no Google ainda, é claro que sim, afinal ele teve que deixar a cadeira dele para “outro” então esse “outro “aprendeu tudo que “Pedro Sabe” e são amigos, então digo para vocês, o google simplesmente, não ta ligando tando para a famosa qualidade não, isso é uma desculpa, já provamos conteudo de qualidade que nem aparece na serp, ele já esta no estagio de quer fica, mais e mais poderoso em dinheiro, digo isso e vocês vão concordar, e tenho provas visíveis, a tempo atras tinha, quem fazia artigos,muito mais visitas do que o dia atual, hoje com atualização do algaritomo P e P, ele so passou para jogar, milhares de sites lá no espaço, e deixar sabe quem no topo? Sites de qualidade ? ” Uma Ova ” ele deixou a busca dele para ele mesmo, hoje não precisa mais sair da página dele , digite ” tempo em tal lugar ” aparece lá mesmo, digita qualquer palavra relacionada a NUMERO ou nome de alguém que ele tem esse poder de calculpar e desifrar nome e colocar o resultado do Wik lá. Além disso, já viram ele tomou possição de 3 a 4 sites organicos para colocar seus anuncios de shopping, então amigos, quem é que pratica spam aqui não somos nos, o Google esta fazendo todos seus WebMaster de “palhaço” Hora é PR, Hora é Rede Social, hora é alguma coisa para destrae, a receita do bolo dele tem 200 incredientes, e por incrivél que pareça ela se repete e não percebemos, então Galeria de SEO, se preparem se ta estreito vai ficar mais e mais… Logo seu site ninguém vai mais clicar, vamos ser cobaias e trabalhar pro Google de graça e ele vai copiar e colocar todo seu conteudo na Serp dele, em tem que o usuario entrar no seu site. Ufa.

    Hoje Creio que a Pior Penalidade é o Link, falam que o google desconsiderou o PR, pode até ser que ele não vá calcular, mais de uma coisa é certa, Quem lembra do Cadê ? Lembra que nos tinhamos que se cadastar, e colocar todas as informações de nossos sites lá? ele não mais deu certo porque? Chegou o google e criou um sistema “robots” e seu sofware “algaritmo” como se fosse o PAC MAn, invez de alguém se cadastrar, porque não vamos atras dele de forma automatica? Pimpa! a receita de Ouro deles deram certo, então meus amigos, fazam Bastante Links de forma “natural” não use ferramentas automaticas, não troca link, envite trocar Links, mais comentem, fazam diversos links na Web, afinal depende disso para o Google se alimentar, sem essa comida ele não Sobrevive!!!!!!!

    OBS: Hoje a Web esta no piloto automatico de “nofollow” então quanto mais link mesmo nofollow ele conta sim, afinal a rel=”nofollow” foi criada para eviar queda do PR, hoje o PR não vale muita coisa, então repito, Links e Links, Sim Use texto no Link, Comente em sites de seu nicho e coloca seu link, o robo vai te pegar e vai saber que vc existe… links e links, sem links a web não é o que é Hoje.. Sobre conteudo, todos já sabem para que ludibriar os usuarios? pense neles como se fosse você mesmo visitando seu proprio site, isso não é regra, é uma bom senso e ética.

    sei que tem muito mais coisas a ser abordado, mais na próxima falo mais, fui. abs a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


um + = 2

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>